Histórias de Sucesso do Setor Automotivo

  1. Luzes LED Iluminam o Gabinete de Controle

    Um fabricante de equipamentos constrói máquinas de teste e medição para o setor automotivo. Os operadores acessam sistemas de máquinas através do gabinete de controle. A iluminação intensa do gabinete facilita a manutenção e o gerenciamento das máquinas. Anteriormente foram utilizadas várias luzes fluorescentes alimentadas por AC para esta tarefa.

  2. Distribuição de Luz Superior com LEDs [História de Sucesso]

    A American Hofmann Corporation escolheu as luminárias LED WLB32 para iluminar áreas de trabalho, carcaças e gabinete de controle, substituindo luminárias fluorescentes. A distribuição de luz superior oferecida pelas luzes LED WLB32 e também a facilidade de instalação foram fatores importantes na decisão da empresa.

  3. Solução de Orientação do Operador [História de Sucesso]

    Um cliente, Henshaw, fabrica sistemas drivetrain e powertrain para o setor automotivo. A empresa experimentou perdas de produtividade devido a erros na montagem dos corpos de válvulas de transmissão. A Henshaw foi encarregada de desenvolver um sistema que reduza erros e melhore o processo de montagem.

  4. Barra de Controle Fornece Orientação ao Operador [História de Sucesso]

    Um grande fabricante de máquinas constrói estações de trabalho projetadas para montagem precisa, economicamente viável e em tempo hábil de células de bateria. Um componente de valor agregado das estações de trabalho é um dispositivo de orientação ao operador que faça três trabalhos: permitir que os processos de montagem sejam iniciados e interrompidos, indicar as peças a serem retiradas e instaladas e parar completamente a operação da linha se ocorrerem emergências. Quando se tornou muito caro para o OEM (Original Equipment Manufacturer, Fabricante Original do Equipamento) construir e montar esses dispositivos, eles recorreram à Banner para criar uma solução abrangente. Para atender aos requisitos do cronograma de seu cliente – um grande fornecedor de bateria de tier 2 – o OEM precisava da solução em oito semanas.

  5. Códigos de Barras Ultravioleta para Rastreabilidade [História de Sucesso]

    Antes de enviar para a montadora da marca, um fornecedor de quebra-sóis para automóveis precisa verificar se os códigos de barras ultravioleta Data Matrix foram impressos no rótulo de segurança de cada quebra-sol. O cliente recorreu à Banner para ler códigos de barras 2D Data Matrix invisíveis e enviar os dados via Ethernet/IP para um CLP para rastreabilidade/eliminação de erros.

  6. Sensor de Visão para Ler Códigos QR [História de Sucesso]

    Antes da instalação, os motores e as transmissões são associados na linha de montagem. Um trabalhador que usa um leitor de códigos de barras manual escaneia o código QR em cada transmissão. Os códigos são pequenos, têm zonas de silêncio mínimas e são densos com informações incorporadas. Além disso, os leitores de códigos de barras têm um alcance limitado. Combinados, esses fatores dificultaram a digitalização dos códigos QR, somando tempo ao processo de montagem e desviando os recursos de mão de obra.

  7. Inspeção de Conectores Pequenos [História de Sucesso]

    Uma empresa de fornecimento automotivo faz uma série de sistemas de veículos. Os seus sistemas de assentos combinam estrutura e design com recursos que aumentam o conforto e a segurança. Os sensores de peso instalados na parte inferior dos assentos funcionam em coordenação com os sistemas de segurança do veículo para determinar o tamanho e a posição do ocupante de um assento. Esses fatores afetam como ou se os airbags serão empregados em caso de acidente.

  8. Sensores para Medir a Amplitude do Movimento

    Durante a montagem, são conduzidas inspeções para medir o ajuste da altura do assento, o movimento para frente e para trás e o movimento vertical e reclinável. São utilizados dois sensores para cada inspeção. Os sensores são implantados na linha transportadora para garantir fácil acesso e livre movimento dos assentos. Em seu alcance máximo durante uma inspeção, um assento pode estar a um metro de distância dos sensores.

  9. Sensor de Temperatura Detecta Fios de Desembaçamento [História de Sucesso]

    Um fabricante de automóveis estava rejeitando a remessa de um fornecedor de conjuntos de janela traseira devido a defeitos nas grades de desembaçamento. O procedimento de teste existente do fornecedor media a absorção elétrica em todo o sistema de aquecimento para detectar uma falha geral, mas não conseguia detectar o impacto sutil de um único fio de aquecimento partido. O fornecedor de janelas fez uma parceria com a uma empresa de automação de máquinas de Michigan, Estados Unidos, para criar um equipamento de teste melhor – que pode verificar se cada fio de desembaçamento é aquecido conforme as especificações antes do envio.

  10. Detecção de Peças Ejetadas do Molde [História de Sucesso]

    Nas instalações do fabricantes, os operadores inserem e removem manualmente peças de metal de uma prensa de estampo. Quando terminadas, as peças são enviadas para um compartimento através de uma calha metálica. Para evitar que o molde quebrasse (se forem colocadas peças duplas de uma vez) o cliente precisava de um sensor que pudesse detectar várias peças na calha e enviasse um sinal para o sistema de controle, indicando que a prensa estivesse livre e permitisse que o operador execute outro movimento. A solução necessária precisava ser instalada sem ranhuras de corte nas laterais da calha ou sensores montados na extremidade da calha, o que poderia criar pontos de obstrução para as peças em movimento.

  11. Comunicação em um Local de Produção Movimentado [História de Sucesso]

    À medida que mais componentes passam pelo forno, fica cada vez mais difícil manter o ritmo do fluxo de itens a serem descarregados. O congestionamento acumula-se na área de classificação. Os itens podem ser facilmente mal direcionados ou até mesmo danificados. Uma pausa no fluxo de peças permite que o operador de descarregamento corrija erros e desobstrua uma estação de coleta. No entanto, a distância entre as áreas de descarregamento e de carregamento, bem como a interferência no ambiente das máquinas próximas complica a comunicação entre os operadores.